domingo, 2 de dezembro de 2012

Milha São Silvestre de Torres Vedras 2012

Um contratempo familiar fez com que tivesse chegado atrasado à prova. Fiz um aquecimento deficiente (15 minutos, sem direito a alongamentos e apenas uma recta) atendento ao frio que estava (8º), mas a verdade é que a prova não me saiu de feição. O percurso, fazendo analogia com a fórmula 1, é um circuito urbano, onde as ultrapassagens e as curvas são difíceis de gerir, pelo que me esforcei por sair rápido. Encaixei no ritmo do Cipriano e do Arlindo Leonardo e deixei-me ficar, convencido que na última volta iria lutar com eles pela melhor posição possível. A verdade é que na segunda volta comecei a deixar cavar uma pequena diferença e depois já não consegui recuperar. Animicamente não estava nos melhores dias...

Fiz o tempo de 5'11'' que, apesar de ser o meu melhor tempo nesta prova (2009 - 5'13'' / 2010 - 5'20''), ficou aquém do que estava à espera (5:05~5:06). C'est la vie.

3 comentários:

Anónimo disse...

Também lá estive, mas corri nos juv/jun/sén.
Noite fria, mas mesmo assim com muita gente nas ruas para ver.

Jose Xavier disse...

Olá Nuno;

Isso de correres 1 milha, "é como o diabo a esfregar um olho"!!.
Quando começas a aqueçer, já acabaou a prova.
São provas curtas para mim. mas deve ser interessante participar nesta no circuito urbano de Torres.

Abraço
Xavier

NS disse...

Viva Xavier,

Apesar de ser díficil, enquanto me for possível conciliar o gosto pela maratona (no meu caso, para já, uma por época) e pelas provas mais curtas (de preferência em pista), continuarei a faze-lo.

Quanto à milha, o facto de se realizar à noite, nas ruelas do centro histórico e haver mais público do que é habitual, faz com que seja efetivamente a minha prova preferida em Torres.

Abraço,
NS